Causas e efeitos, um fato para pensar!!.

Gostaria de compartilhar com vocês sobre um livro, que em primeiro instante fiquei um pouco desconfiado e intrigado. É um livro diferente, não fala de tecnologia e aborda assuntos ligados a economia de uma forma diferente e intrigante.

O nome do livro é “Freakonomics”, dos autores Steven D. Levitt e Stephen J. Dubner, editora Campus. Os autores contam pequenas histórias e lendo-o, acabei achando  fantástico e me fez refletir um pouco mais sobre sistemismo e sua dinâmica. Alguns podem imaginar que sistema remete apenas a softwares ou programas instalados em computadores, mas sistema tem um amplo sentido. Alguns autores, como Mario Bunge, dizem que tudo é um sistema ou parte dele.

A identificação do que é um sistema é importante para fazermos comparações e previsões e até mesmo para simularmos resultados. Sistemas complexos fazem parte do dia-a-dia e é um grande desafio decifrarmos todos os seus mistérios. Acho intrigante a forma dinâmica de como as coisas acontecem. Se imaginarmos as causas e seus efeitos, começamos a entender como o universo interage.

Em conversa com uma colega, ela comentou sobre a notícia que alguns veículos de comunicação, de grande audiência e que utilizam a internet para divulgar suas matérias e notícias, estão voltando atrás sobre a disponibilização de informação aberta e gratuita na internet.

Na verdade, quando se iniciou o movimento do “tudo grátis”, para ler notícias em jornais na web era necessário pagar uma mensalidade. Contrapondo com o tempo e socialização do uso da internet, a informação passou a ser necessária e gratuita.

Se imaginarmos um gráfico, teve a incidência de um grande aceleramento exponencial em divulgações de notícias gratuitas na internet durante os últimos anos, mas o custo não é baixo para manter um veículo de comunicação sempre atualizado e com qualidade.

Esse fato me fez pensar no livro que indiquei. Será que voltando a cobrar por    assinaturas resolve o problema dos altos custos?? Será que não está ocorrendo um erro de análise do sistema em questão? Penso que os líderes desses veículos deveriam refletir um pouco mais nas causas e efeitos do problema. Pode ser um erro voltar a cobrar as mensalidades, por mais baixas que sejam.

 O erro pode estar justamente na falha da identificação das causas. Outro exemplo é sobre a questão da água. Várias campanhas estão circulando na mídia sobre a necessidade de racionalizarmos a sua utilização. Atrizes famosas dizem fazer suas necessidades “líquidas, eu espero” ao tomarem banho. Concordo que o problema da falta de água no futuro é algo muito alarmante e real.

Mas, é importante enxergarmos as causas e seus efeitos. A causa aparente da falta de água no futuro está bastante diagnosticada e focada no crescimento populacional. Quanto maior a população, maior o consumo.

 A água se renova, mesmo que se aumente o consumo, mas mesmo assim, realmente é muito importante racionalizá-la. Conversando com especialistas, o que realmente afeta a quantidade de água disponível está no desmatamento às margens das nascentes dos rios. Fato que se deve com o aumento da exploração da agropecuária, com plantações muito próximas das nascentes e desmatamentos causados pela substituição das árvores por campos de pastagens e manejo.

Entretanto, vejo poucas propagandas veiculadas em prol da proteção das margens e nascentes dos rios. Será que estamos sendo assertivos na causa e efeitos do aumento da falta de água no futuro? Pense nisso e analise bem o sistema e veja as reais causas e seus efeitos!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s